Prezados visitantes

Todo o conteúdo deste blog, tais como textos, fotos, vídeos e documentos, é salvo em DVD, razão pela qual estão numeradas as postagens.

domingo, 24 de março de 2013

231- O ÚLTIMO ADEUS AOS CARROS SANTA MATILDE

Prezados amigos, saudações!

Bem, meus caros, sei que o tema Carros Santa Matilde é já bastante conhecido da maioria de vocês, visitantes, tendo eu falado sobre o mesmo até exaustivamente, concordo, mas é preciso lembrar, pelo extremo valor histórico, cultural e mesmo emocional, não posso deixar de lembrar aos amigos leitores que esses carros incríveis, que marcaram época e história em muitas gerações, estão saindo de cena, definitivamente, a partir do segundo semestre de 2013, por informações do chefe de trem Fernando, chefe do trem de passageiros da EFVM. 

A propósito, os novos carros também Romenos (totalmente diferentes dos antigos Romenos e dos Santa Matilde) já chegaram, estão em fase de teste! São carros no estilo europeu, com janelas panorâmicas largas, vidros totalmente fechados, ar condicionado e muitas outras novidades das quais ainda não estou a par, no momento. Através de informações recentes, fiquei sabendo que não terão as tradicionais varandas que os antigos Romenos e os antiquíssimos Santa Matilde têm! 

Bem, meus amigos, talvez esta notícia venha, de fato, ser um pouco chocante para aqueles que, como eu, estão acostumados com os antigos, queridos e já saudosos trens de passageiros; suas configurações tão bem conhecidas e amadas há décadas; a famosa, aconchegante e tradicional varandinha, por exemplo; as escadas giratórias e as janelas que se abrem bastando acionar os pinos das mesmas e empurrá-las para cima e travá-las, como todos sabemos! 

Sim, meus caros amigos, o que quero dizer é que os antigos e queridos trens do passado glorioso, que conhecemos e amamos, estão saindo definitivamente da história! Jamais serão vistos novamente, jamais, sendo seus destinos, totalmente incertos! Ouvi dizer que toda a composição irá para a África do Sul, o que, de certa forma, será maravilhoso, pois ao menos assim, não serão sucateados!  Por este motivo, resolvi postar, mais uma vez, uma singela, porém significativa lembrança, dos tão queridos carros que marcaram a minha vida e a vida de muita gente, tendo, infelizmente, ficado no esquecimento até mesmo para muitos que neles viajaram!




























































































Todas as fotos acima de autoria e acervo de Hélio dos Santos Pessoa Júnior (autor do Blog).


Nada mais simples, mas também nada mais expressivo, para se lembrar com saudade dos carros que não veremos nunca mais, senão, em fotos como estas!


Quanto aos novos carros Romenos, existe uma possibilidade, ainda que remota, de a VALE fazer adaptações nos mesmos e, neste caso, quem sabe, a VALE não venha modificá-los, construindo varandas nos mesmos? Como disse, é apenas uma hipótese remota!

Vejam as fotos dos mesmos, abaixo:

Foto de autoria e acervo de Renan F. Souza, editada no site TGVBR - FERROVIAS BRASIL




Bom, meus caros, aí estão os novos carros Romenos da EFVM! O que penso a este respeito? São carros incríveis, bastante modernos, com tecnologia avançada, não resta dúvidas e, acima de tudo, com uma capacidade muito maior de assentos! Sejam bem vindos, claro! São carros muito sofisticados e superiores? Não tenho a menor dúvida disso, mas... para mim, não são, nem de longe, como os carros Santa Matilde em questão de tradição histórica e cultural; não são nem a pálida sombra do que foram os gloriosos e saudosos carros do passado, mas faço votos que tenham excelência em serviços, conforto, segurança e qualidade em viagens! Mas... quero ressaltar, aqui que, sem as tradicionais varandinhas e sem poder se passar de um carro para o outro, não é, ao menos para mim, o saudoso e querido trem de passageiros que conheci e amei, um dia!




quinta-feira, 21 de março de 2013

230- Antigas estações ferroviárias da EFCB no Ramal de Nova Era - MG

Estação Ferroviária do Horto Florestal em Belo Horizonte - MG, construída em 1925
Foto de autoria e acervo de Geraldo Salomão, editada no site do Panoramio. 



A estação, bem como seu enorme pátio, fica na antiga linha de bitola métrica (1,00 m) construída pela Estrada de Ferro Central do Brasil em 1895, para ligar a estação de General Carneiro à estação de Minas (hoje, Belo Horizonte).




Estação Ferroviária de General Carneiro - MG
Pintura óleo sobre tela, do artista Robson Neves, editada no site www.estacoesferroviarias.com.br






A estação original de Sabará - MG, em 1930. Revista Leituras da Historia, nr 11, Editora Escala, 2008
Editada no site Estações Ferroviárias de Ralph Mennucci






Estação Ferroviária de Mestre Caetano (Município de Sabará - MG)
Foto de Edernilton, de Nova Granja - MG







Foto de autoria e acervo de José Emílio de Castro Horta Buzelin, de 1990, editada no site Estações Ferroviárias, de Ralph Mennucci.










Estação Ferroviária de Santa Bárbara - MG em 1953 
Acervo de Denio Cassini







Foto de autor desconhecido, acervo histórico de RALPH MENNUCCI GIESBRECHT, disponível em seu site: ESTAÇÕES FERROVIÁRIAS DO BRASIL

Estação Ferroviária de Rio Piracicaba - MG. Anos 50, aproximadamente.






Foto de autor desconhecido, acervo histórico de RALPH MENNUCCI GIESBRECHT, disponível em seu site: ESTAÇÕES FERROVIÁRIAS DO BRASIL

Estação Ferroviária de João Monlevade - MG. Anos 50, aproximadamente.







Foto de autor desconhecido, editada no site ESTAÇÕES FERROVIÁRIAS
Data: 1950 aproximadamente
URL do site: http://www.estacoesferroviarias.com.br

Link direto da foto:http://www.estacoesferroviarias.com.br/efcb_mg_ramais/novaera.htm





Prezados visitantes, saudações!

Antes de qualquer coisa, é preciso deixar bastante transparente que, as estações cujas fotos estão acima, foram construídas pela E. F. Central do Brasil, tanto a de João Monlevade - MG, quanto a de Rio Piracicaba - MG (antigamente, estação Augusto de Lima). Vale lembrar que a ponta dos trilhos da E. F. Vitória a Minas chegou em Desembargador Drummond (Município de Nova Era) em 1932 e não dentro da cidade de Nova Era mesmo e mais; ao chegar em Drummond em 1932, não mais avançou na construção da via férrea em direção à Nova Era, mas construiu, a partir de Drummond, o Ramal de Itabira - MG, onde chegou em 1940.

A história do Ramal de Nova Era, entre a EFCB e a EFVM, se dá em três fases. 

Na primeira fase, que foi de 1936 (ano que a CENTRAL chegou à Nova Era) à 1942, a EFCB construiu o famoso Ramal de ligação, que partia do centro da cidade de Nova Era, da antiga estação, até a estação da EFVM em Desembargador Drummond, seguindo pela margem direita (sentido de quem vai para Vitória) do Rio Piracicaba

Na segunda fase, a partir de 1967 a CVRD começou a construir os túneis para eliminar o primeiro e antigo traçado do Ramal e com a retificação da linha férrea até Costa Lacerda, criando os três túneis de Monlevade.
A partir de 1967 até 1987, a então Companhia Vale do Rio Doce - CVRD, alugou o trecho de Nova Era até Costa Lacerda, com direito a compra, mas somente a partir de 1987.

Na terceira fase, com a compra efetivada, de Nova Era até Costa Lacerda, a partir de 1987 e com o aumento do número de trens de peso, a CVRD resolveu construir um túnel único, o famoso Tunelão, dentro da cidade de Nova Era, substituindo os três túneis de Nova Era. 

Posto isto, meus caros amigos, jamais foi possível à EFVM construir qualquer estação ferroviária, ainda mais nos anos 50, dentro do Ramal de Nova Era, muito menos em João Monlevade e Rio Piracicaba que, nesta época, pertencia ferrenhamente à EFCB. Portanto, as estações das fotos acima foram construídas pela EFCB e não pela EFVM, justiça seja feita, verdade seja dita e preservados sejam os créditos da nossa querida e saudosa E. F. Central do Brasil, apesar do imenso amor e carinho que tenho pela E. F. Vitória a Minas, razão pela qual, o blog é dedicado à esta última, com respaldo especial à primeira! 




video



segunda-feira, 4 de março de 2013

229- Galera Antenada - propaganda Educativa do Metrô de Belo Horizonte

Prezados visitantantes, saudações!


A postagem a seguir é uma propaganda educativa da CBTU - COMPANHIA BRASILEIRA DE TRENS URBANOS, do Metrô de superfície de Belo Horizonte - MG e, já que se trata de trem de passageiros, não foge à regra das postagens, uma vez que abri pequenas exceções para outras ferrovias além da E. F. Vitória a Minas. Bem meus caros amigos, já faz uns bons quatro anos, aproximadamente, que estes outdors se encontram em uma das composições do Metrô de BH e, todas as vezes que ia para a casa de meu prezado amigo David Santos, que mora perto da Estação do bairro Eldorado, em Contagem, pensava no antigo trajeto dos saudosos trens da Rede Mineira de Viação e, ao curtir essa grande paixão pelas ferrovias brasileiras, ficava contemplando essas belas imagens expostas abaixo, aliás, bastante inteligentes e muito criativas. Elas, além de serem uma excelente forma de educar a sociedade, mostram cenas do cotidiano; jovens adolescentes alegres, cheios de vida e sonhos, vindo da escola, se divertindo, curtindo seus sons com fones de ouvido, a mostrar o quanto a vida é grandiosa e maravilhosa, uma verdadeira dádiva de Deus, mesmo em pequenos momentos de alegria, felicidade e diversão, coisas do cotidiano mesmo, ainda mais associado à grande importância que os trens de passageiros proporcionam para nossa vida e, neste caso, o Metrô. São cenas como estas que deixam suas marcas nos corações das crianças e adolescentes! Um dia irão se lembrar destes pequenos momentos e sentirão grande saudade! Viagem nestas imagens, caros visitantes e procurem sentir tudo o que eu descrevi acima!